jusbrasil.com.br
23 de Maio de 2022

7 dicas que você precisa ver antes de comprar o presente de Natal

Catarina Vilna, Advogado
Publicado por Catarina Vilna
há 5 meses

Festas de fim de ano chegando, mas antes de entrar de comprar é preciso atenção para não ter seus direitos violados.

  1. Evite compras de última hora, para evitar frustrações com presentes não entregues na data, é aconselhável comprar com antecedência e verificar a data de entrega.
  2. Não aceite limite mínimo, ao pagar no cartão de crédito ou débito, a loja não pode impor limite mínimo.
  3. Veja a política de trocas, as lojas físicas não são obrigadas a efetuar troca por causa do tamanho do produto ou porque o presenteado não gostou. É preciso verificar com o estabelecimento a política para troca de produtos antes de efetivar a compra.
  4. Em caso de defeitos ou vícios: a troca se dá em até 30 dias, para vícios aparentes ou de fácil constatação de produtos não duráveis (alimentos, cosméticos, medicamentos, perfumes, entre outros), e para bens não duráveis, o prazo para reclamar é de 90 dias (roupas, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, móveis, automóveis, entre outros).
  5. Exija a nota fiscal, as lojas estabelecidas no mercado formal são obrigadas a emitir nota fiscal para que os consumidores possam trocar peças e exercer outros direitos.
  6. Veja se o site é confiável, confira o endereço eletrônico da loja online e veja se ele cumpre alguns requisitos que garantem sua confiabilidade, como a sigla “https” na barra de endereço. A letra S garante que a página é criptografada, por isso, é mais segura. O ícone de cadeado também na barra de endereço indica segurança.
  7. Conheça o fornecedor do produto, pois além dos cuidados com quem vende, o deve-se atentar também a quem produz. Busque informações, como endereço, perfis em redes sociais, site e reputação sites como Reclame Aqui. Guarde as mensagens relativas a oferta, descrição do produto, preço e formas de pagamento.
  8. Pode se arrepender da compra feita via internet, telefone, catálogo ou a domicílio, no prazo de 07 dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço. Os custos da devolução são do vendedor.

Proteja-se consumidor!

Instagram: @catarinavilna.adv

Informações relacionadas

Bruno Henrique Vaz Carvalho, Advogado
Notíciashá 5 meses

O Plano de Saúde Pode Limitar o número de sessões da minha psicoterapia?

André Felipe Dena, Advogado
Artigosano passado

5 dicas para quem vai vender seu produto no e-commerce

Bruno Henrique Vaz Carvalho, Advogado
Notíciashá 6 meses

Ex-Esposa no meu plano de saúde?

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)